Análise das Provas Projetivas Psicopedagógicas

Baseadas na teoria de Jorge Visca e Alícia Fernandez

As técnicas projetivas psicopedagógicas têm o objetivo de investigar a rede de vínculos que o sujeito possui em três domínios: o escolar, o familiar e consigo mesmo. Em cada um destes domínios, guardando as diferenças individuais, é possível reconhecer três níveis em relação ao grau de consciência dos distintos aspectos que constituem o vínculo da aprendizagem.

Em seguida apresentaremos um quadro onde se reproduzem os diversos domínios com suas correspondentes técnicas projetivas e os objetivos de cada uma:

 

DOMÍNIO PROVA INVESTIGAÇÃO IDADE
 

Escolar

Par educativo

Eu e meus companheiros

Planta da Sala de Aula

Vínculo com aprendizagem

Vínculo com os componentes da classe

A representação do campo geográfico da sala de aula e a desejada

6-7 anos

7-8 anos

8-9 anos

 

Familiar

Planta da Casa

Os quatro momentos do dia

Família educativa

A planta da casa onde habita, sua representação real e desejada

Os vínculos ao longo do dia

O vínculo da aprendizagem com o grupo familiar e cada um dos integrantes da mesma

8-9 anos

 

6-7 anos

6-7 anos

 

 

Consigo Mesmo

O desenho em episódios

O dia de meu aniversário

Desenho de minhas férias

Fazendo o que mais gosto

A delimitação da permanência da identidade psíquica em função dos afetos

A representação que se tem de si e do contexto físico sociodinâmico em um momento de transição de uma idade para outra

As atividades escolhidas durante o período de férias escolares

O tipo de atividade que mais gosta

4 anos

 

6-7 anos

 

6-7 anos

 

6-7 anos

 

Advertências Necessárias

  1. A interpretação de cada uma das provas projetivas devem ser feitas em função do sujeito em particular e em função do total de informações que se obteve;
  2. O total de técnicas aqui expostas não significa a necessidade de que se utilizem todas. É adequado usar somente aquelas que se consideram necessárias em função das hipóteses que se aja formuladas, podendo significar que:
    1. Que se aplique somente uma prova;
    2. Que se aplique provas de alguns domínios;
    3. Que se aplique todas as provas de um único domínio;
    4. Que se apliquem todas as provas, coisa que não é muito
  3. Certos indicadores de uma técnica se superpõem com os de outra;
  4. Os critérios para interpretação sugeridos para cada prova, devem somar-se aos critérios gerais para a interpretação das provas projetivas;
  5. Os indicadores e significados encontrados não implicam numa questão fechada ou sem lugar para dúvidas, cada especialista pode realizar novas descobertas, ampliando os aspectos de indicadores e significados;

 

ANÁLISE DAS PROVAS PROJETIVAS PSICOPEDAGÓGICAS PAR EDUCATIVO
INDICADORES CARACTERÍSTICAS SIGNIFICADOS
Tamanho total Muito grande ou muito pequeno Vínculo negativo com a aprendizagem
Dimensão razoável Relação equilibrada. Vínculo positivo e negativo estão equilibrados
Tamanho dos personagens Pequeno Desvalorização
Grande Supervalorização (persecutório)
Tamanho dos objetos Muito pequeno Depósito de projeções negativas
Muito grande Cisão de quem aprende e quem ensina
Posições Frente a frente Bom vínculo com a aprendizagem
Lado a lado Regular vínculo com a aprendizagem
Docente de costas para a turma O aluno sente-se rechaçado pelo docente
O aluno de costas para o docente O aluno rechaça o docente
Distância entre os personagens e o objeto da aprendizagem Grande distância Não comprometimento com o conteúdo e transmissão de conhecimentos
Mínima distância Supervalorização de conhecimentos sobre o ato de transmissão
Distância adequada Quem ensina usa os conteúdos como instrumento para ensinar e aprender
Perspectiva Com perspectiva Vínculo maduro do ponto de vista afetivo, cognitivo e social
Âmbito onde se dá a cena Escolar Centração na aprendizagem sistemática, pode ser positivo ou negativo
Extra-escolar Melhor       vínculo assistemática com aprendizagem
Características corporais Só cabeças Supervalorização do intelectual que pode ser persecutório
Corpo do docente inacabado Agressão oculta a quem ensina
Simplificação dos personagens Quando não há dificuldades em desenhar, significa uma desvalorização do vínculo de aprendizagem com o docente
Título do desenho Nega      o aprendizagem vínculo      com a
Resume    as vínculo características do
Relato Também é uma projeção onde se pode analisar o vínculo estabelecido através:

–   do conteúdo mesmo;

–   sua correspondência com o desenho;

–   sua relação com o título

obs: tanto no relato quanto no título podemos observar os mecanismos de dissociação, negação e repressão

 

EU COM MEUS COMPANHEIROS
INDICADORES CARACTERÍSITCAS SIGNIFICADOS
Tamanho total Grande Bom vínculo com colegas e com a aprendizagem
Pequeno Vínculo negativo
Tamanho do personagem principal Grande Liderança ou incapacidade para descentrar-se
Pequeno Submissão e sentimento de ser vítima do grupo
Igual Relação igualitária: aceita e é aceito
Posição Lado a lado Comunicação superficial
Concêntrica (centralizado) Comunicação profunda: reflexiva e sensível
Inclusão de docente Inclusão Relação deficitária com os colegas: dependência. Grande afeto pelo docente
Relato ou comentário sobre colegas Observar se há contradições entre o que diz e o desenho. Comentários gerais dão uma visão do conjunto, que indica como o entrevistado está inserido no grupo ou deseja estar. Comentários pessoais revelam os subvínculos com cada membro do grupo

 

PLANO DE SALA DE AULA
INDICADORES CARACTE RÍSTICAS SIGNIFICADOS
Tamanho da sala Pequeno Restrição , que se apresenta como uma inibição
Muito grande Descontrole, falta de limites adequados
Disposição Tradicional Respostas rígidas ou ordenadas
Localização quando é uma escola do entrevistado Em frente Bom vínculo com o docente e/ou com aprendizagem é negativo
No fundo O vínculo com o docente e/ou aprendizagem é negativo
Na lateral O vínculo com o docente e/ou aprendizagem é negativo
No centro Vínculo positivo com a aprendizagem e com os colegas e vínculo positivo ou negativo com o docente
Não se localiza na sala Vínculo negativo com o espaço geográfico
Perspectiva Constante Geralmente aprende bem
Inconstante Tendência a automatização de conhecimentos e quadros de ansiedade frente a novas aprendizagens

 

FAMÍLIA EDUCATIVA
INDICADORES CARACTERÍSTICAS SIGNIFICADOS
 

Posição dos Personagens

Frente ao Processo O vínculo com a aprendizagem não é nem demasiado positivo ou negativo. O grupo familiar não é um referencial muito adequado.
Em Meio ao Processo O entrevistado sente que o grupo serve de referência para desenvolver e integrar meios de aprendizagem
Fora do Processo Á carência de modelos significativos de identificação

 

PLANO DE MINHA CASA
INDICADORES CARACTERÍSITCAS SIGNIFICADOS
Tamanho do plano da casa Desenho pequeno Inibição para o uso do espaço, diminuição do uso potencial emocional com que investe as situações e objetivos com que aprende
Desenho que ocupa a folha toda Expansão egótica e uma aprendizagem positiva, desde que não haja um descontrole motor
Desenha usando mais de uma folha Descontrole, falta de antecipação e vínculo negativo ou instável com a aprendizagem em geral e ao estudo sistemático em particular
Desenhar pessoas Incluir pessoas neste desenho pode ter significados diversos e contraditórios de aceitação ou rechaço
As aberturas Representadas, esquecidas, transladas e objetivas encontram-se ligadas diretamente aos canais de comunicação imaginários ou reais.
Ponto de vista Interno Sente-se incluído no contexto familiar e sente que o mesmo é um continente adequado
Externo Sente-se estranho e admira a casa
Espaços representados Interior da casa Privilegia-se a aprendizagem formal de tipo intelectual
Horta, galinheiro, jardim, parque e espaços abertos Valorização da aprendizagem vinculada ao corpo e a natureza
Comentários sobre o dormitório Detectar as tentativas realizadas ou não para mudar a habitação e o grau de aceitação e resistência que o meio lhe oferecer.

Os comentários podem revelar aceitação, rechaço, indiferença ou objetividade

Escolha do dormitório A maneira como e por quem foi escolhido possui grande importância a partir dos 8 ou 10 anos
O lugar de estudo Revela o vínculo com a aprendizagem que se estabelece nas situações e os estilos de aprendizagem que se pode estruturar
Lugar de reunião familiar Onde, quem, com, por que e quando se reúnem são perguntas que revelam os modelos familiares da aprendizagem

 

OS QUATRO MOMENTOS DE UM DIA
INDICADORES CARACTERÍSTICAS SIGNIFICADOS
Adequação a consigna Desenho adequado a consigna Capacidade de adaptação às exigências externas e tolerância a frustração
 

 

Os momentos escolhidos

Eleição automática Vida monótona e sem criatividade
Eleição em função da carga afetiva positiva Dinamismo, criatividade e uso instrumental e enriquecedor do tempo.
Eleição em função da carga afetiva negativa Apatia, solidão e deposição de impulsos agressivos manifestos ou latentes.
Atividade realizada Indica os gostos do sujeito e imposições externas, as aspirações e frustrações, as identificações e o potencial de organização que possui.
As pessoas Modelo de Identificação. Modelos de aprendizagem familiar, que pode ser compacto ou diversificado.
O campo geográfico da cena Na casa (parcial ou totalmente) em dependência adequada ou não, realizando atividades de acordo ou desacordo com o lugar. Indicam o estilo de vínculo, a adequação e a flexibilidade destes.
Os objetivos do ambiente Indica como se encontra povoado o mundo interno do sujeito e revela a realidade objetiva quanto aos ambientes físicos: desprovido, sobrecarregado, ordenado, confuso ou indiscriminado.
Os detalhes do desenho O tipo de traços, proporções, posições, retoques, detalhes, estereotipias, mobilidade, etc
Seqüência espacial Seqüência A, B, C, D Principio da realidade e da capacidade de acomodação, aprendizagem realista.
 

Seqüência temporal

Com seqüência lógica Uso ordenado do tempo, alta tolerância a frustração.
Sem seqüência lógica Impulsividade, uso desordenado do tempo e baixa tolerância a frustração. Aprendizagem inconstante.
Seqüência do relato em concordância com a espacial Reforça os aspectos assinalados na seqüência espacial
Seqüência do relato em concordância com a temporal Reforça os aspectos assinalados na seqüência temporal
Seqüência do relato em concordância com as seqüências espacial e temporal Severa desorganização temporo e conseqüentemente severas dificuldades de aprendizagem.

 

DESENHOS EM EPISÓDIOS
INDICADORES CARACTERÍSTICAS SIGNIFICADOS
 

Tempo e espaço

Pode ser observado através da transformação ou não de objetos animados (árvores, flores) de estados de tempo (sol nuvens, chuva) das estações (primavera, verão, inverno)
O tema Pode ser único, com critério estável ou não.
Os afetos Simples ou complexos
Elementos relacionais ou sociais Adequadamente elaborados ou não em termos de comunicação e movimento

 

FAZENDO O QUE MAIS GOSTA
INDICADORES CARACTERÍSTICAS SIGNIFICADOS
Indecisão na hora do tema. Desenhar, apagar ou mudar de tema Pode indicar problema entre o desejo do sujeito e uma forte proibição do meio ou contradições entre distintos interesses não adequadamente discriminados ou hierarquizados. Indecisão na eleição do tema
Apagar objetos sem mudar de tema Indica a consolidação de uma eleição e uma marcada tendência ao perfeccionismo.
 

 

Relato

Coerência no relato é produto de maior influência de censura sobre o domínio verbal que sobre a produção gráfica
Coerência entre o relato e o desenho revela os conflitos sujeito- realidade e do sujeito consigo mesmo
Contexto espacial e temporal onde ocorre pode significar a realização possível

 

AS MINHAS FÉRIAS
INDICADORES CARACTERÍSTICAS SIGNIFICADOS
Adequação ou não a consigna Adequação Vínculo positivo, flexível com a capacidade de acomodação. Flexível
Não adequação Vínculo negativo, rígido, com predominância da assimilação e pouca criatividade.
Atividade representada Depositarão os desejos mais íntimos e das capacidades que se deseja desenvolver
 

 

Desenhos

Continua fazendo o mesmo Por que gosta muito do que faz, por que não sabe fazer algo diferente (falta de criatividade) ou representa predomínio da assimilação.
Realiza algo totalmente distinto Criatividade, flexibilidade, tendência a acomodação e capacidade de aprendizagem.

 

Leva acabo uma atividade Capacidade de aprendizagem criadora

 

DIA DO MEU ANIVERSÁRIO
INDICADORES CARACTERÍSTICAS SIGNIFICADOS
Tamanho total Muito grande ou muito pequeno Vinculo negativo com a aprendizagem
Tamanho razoavelmente dimensionado Relação equilibrada. Vínculos positivos e negativos estão equilibrados.
Tamanho dos personagens Pequeno Desvalorização
Grande Supervalorização
Posições De frente Vínculo positivo
De constas Vínculo negativo
Espaço geográfico Própria casa Atitude realista
Lugar público Posição de abertura as aprendizagens
Fora do contexto real possível Pode sugerir uma capacidade criadora ou um mundo imaginário do impossível, compensador de sentimentos de frustrações com baixa tolerância             e                             uma predominância do princípio do prazer sobre o da realidade.
A idade do personagem que faz aniversário comparada com a idade do entrevistado diz respeito a aceitação do mesmo neste momento da vida. Se for menor pode significar desejo de não crescer e não aprender. Se for igual indica aceitação e uma tolerância a aprendizagem. Quando é maior regularmente indica alto nível de aspiração.
A caracterização dos demais personagens determina aceitação ou rechaço
As contradições entre o desenho e o relato revelam o grau de coerência ou não dos aspectos em conflito que implicam ou não perturbações nos vínculos que o entrevistado estabelece consigo mesmo.
Indicadores geográficos Rodeado de pessoas Possui um mundo interno rodeado de identificações múltiplas que indicam uma adequada capacidade de aprendizagem em termos qualitativos e quantitativos
Sozinho Aprendizagem predominante assimilativa, dificuldade de descentração do pensamento.
Posição Frente a frente sugere identificação introjetiva positiva. Todas as outras indicam introjetivas negativas
Presentes recebidos Os mesmo representam objetos desejados

Fonte: Visca. Jorge – Técnicas Projetivas Psicopedagógicas – 1994 – Buenos Aires, Argentina

Lnk para baixar e imprimir: TÉCNICAS PROJETIVAS PSICOPEDAGÓGICAS

antes-depois-do-psiqueasy

Leia ainda:Pareamento e Justaposição para baixar e imprimir

Veja também:Pacotes de Materiais Psicopedagógicos

2 comentários em “Análise das Provas Projetivas Psicopedagógicas

    • 26 de fevereiro de 2019 em 07:43
      Permalink

      Olá Maria que bom que gostou, fazemos tudo com muito carinho.Toda semana temos novidades. Estamos a disposição, fique a vontade para entrar em contato quando quiser. Abraços.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Chamar no WhatsApp