Como a Aparência do Psicopedagogo pode afetar na conquista dos “pacientes”?

pensando psiqueasy

Pesquisas científicas contemporâneas e clássicas sobre “aparência” revelam fatos que você não sabia sobre ela e seus impactos sobre o comportamento da maioria das pessoas.

A “aparência” é um assunto que fascina praticamente qualquer ser humano. Diversos estudos demonstram constantemente que a aparência física pode ter impactos e fazer diferenças enormes nas atitudes e mentalidade das pessoas. Muitos indivíduos, por exemplo, costumam relacionar a beleza com inteligência, sucesso, bondade e valor. Por conta disso é interessante notar o que as pesquisas mostram sobre a relação entre a beleza e o comportamento.

Antes vamos ver o que significa APARÊNCIA.

O que se mostra à primeira vista; exterioridade, aspecto.

É o aspecto ou aquilo que se mostra superficialmente ou à primeira vista.

Aparência é fundamental para o sucesso profissional.
cuide-da-aparencia-no-trabalho-amanda-baldan-bma-capital-dash-uniformes-corporativos-head

Causar uma boa impressão no ambiente de trabalho pode ser o diferencial para conquistar um novo cliente. A consultora de Recursos Humanos Débora Goulart explica que um profissional que sabe se vestir bem em diferentes ocasiões é sempre lembrado e bem recomendado. “Quando você vê uma pessoa alinhada e estilosa, a imagem que se fixa na memória é positiva.

A consultora afirma que competência e compromisso ainda são os melhores trunfos de um profissional, mas a maneira como um profissional se apresenta para seu cliente ainda é de fundamental importância para dar um impulso.

A atenção que damos à aparência representa nossa dedicação ao trabalho, segundo Cristina Zanetti, consultora de estilo pessoal. “Uma pessoa que chega com o cabelo desgrenhado e a roupa amassada passa a impressão de que não se importa nem um pouco com o trabalho. Foi de qualquer jeito. Já a que está arrumada mostra que tem cuidado, se preocupa.

Mas quais roupas não são indicadas para se vestir no Atendimento Psicopedagógico/Neuropsicopedagógico?

Para as Mulheres:

  • Qualquer roupa com apelo sensual não é bem vista;
  • Não ousar nos acessórios;
  • Não usar saltos muito altos;
  • Unhas decoradas ou pintadas com esmaltes muito fortes, demostra extravagância;
  • Maquiagens muito pesadas (são adequadas para sair à noite)
  • Perfumes muito marcantes (excessivamente fortes) podem causar desconforto para alguns pacientes;
  • A maioria dos consultores de estilo não indicam o jeans, caso você vá usar, evite os que têm lavagens (processo que deixa o tecido de diferentes tons);
  • Peças com aspecto de desleixo também causam uma imagem ruim, como sapatos mal engraxados, roupas desbotadas, descosturadas, com botões caindo, mal-passadas ou sujas. O mesmo vale para os cabelos que deverão estar sempre bem arrumados.

Para Homens:

homem-pensando

  • Roupas estampadas e (ou) muito coloridas não são bem indicadas;
  • Não exagerar nos acessórios;
  • Jeans e camisas polo podem ser usadas em alguns ambientes de trabalho, como no Espaço Pp e NPp . Lembrando que jeans deve ser tradicionais, sem exageros de bolsos, e estampas, evite os que têm lavagens (processo que deixa o tecido de diferentes tons). Não é indicado seguir certas tendencias quando se trata de trabalho.
  • Se você usa barba, ela precisa ser bem feita, alinhada e limpa. Se optar por não usar, o rosto precisa estar bem afeitado sempre. O corte de cabelo também precisa estar em dia. E nunca se esqueça de aparar as unhas.
  • Peças com aspecto de desleixo também causam uma imagem ruim, como sapatos mal engraxados, roupas desbotadas, descosturadas, com botões caindo, mal-passadas ou sujas.
A imagem pessoal no ambiente de trabalho requer um cuidado especial.

Suas relações e atitudes dentro do ambiente de trabalho são determinantes para a imagem que as pessoas têm de você dentro do seu espaço Pp e (ou) NPp. Todo mundo sabe que a aparência é um quesito importante para a imagem de um profissional.

Se a pessoa é disciplinada o suficiente para cuidar do cabelo, unhas, barba, roupas, diariamente, dá-se a entender que ela terá este mesmo cuidado com as atividades profissionais que lhe são impostas. Uma boa aparência reflete a natureza cuidadosa e detalhista da pessoa, que não se atém à sua comodidade.

É importante ressaltar que uma boa imagem pessoal no ambiente de trabalho é algo que leva certo tempo para ser construída. Sua imagem não é você, mas como as pessoas o enxergam. Sendo assim, tão importante quanto aprimorar suas habilidades e competências, é deixá-las em evidência para as outras pessoas.

O uso do jaleco no ambiente Pp e NPp.

 

O jaleco é um dos EPIs (equipamentos de proteção individual) mais importantes para os profissionais que atuam na área de saúde ou com manipulação de produtos químicos, cujo objetivo é evitar a contaminação das roupas de uso próprio e que para total proteção devem ser usados apenas nos ambientes de trabalho.

A proteção de todos os envolvidos nos procedimentos de saúde demonstra a importância do uso do jaleco. No caso dos hospitais e clínicas, assim como Espaços Psicopedagógicos e Neuropsicopedagógicos,  Instituições de Ensino e até mesmo Empresas, protegem o paciente, já que o profissional de saúde que vem da rua traz micróbios e bactérias, o profissional (que no caso de Hospitais e Clínicas tem contato com pacientes que podem estar de alguma forma infectados).

O Jaleco é no atendimento Pp e NPp mais uma forma de estabelecer certos cuidados nas sessões/consultas. Não é obrigatório, é na verdade opcional. Não existe também uma cor obrigatória que representa as profissões, fica ao critério e bom gosto de cada profissional.

Um bom motivo para você optar pela utilização do Jaleco é porque o mesmo passa aos pacientes/aprendentes um certo cuidado, zelo, seriedade, profissionalismo dentre outros motivos.

Veja algumas sugestões de Modelos Femininos:

Sugestões de Jalecos Masculinos:

JALECO MASC PSIQUEASY

Se você gostou dessa postagem ou gostaria de sugerir algum tema  deixe em comentários. Não se esqueça de curtir e compartilhar nas redes sociais.

Veja ainda: Sessão Lúdica Centrada na Aprendizagem

Leia também: Como fazer um Informe Psicopedagógico?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *