As Etapas do Processo Terapêutico no Atendimento Fonoaudiológico

Etapas do processo terapêutico Fonoaudiológico em Home Care

O atendimento fonoaudiológico deve constar das seguintes etapas:

a) Primeiro contato: anamnese (conhecimento do caso, conhecimento das possibilidades domiciliares e familiares);

b) Avaliação do paciente;

c) Elaboração do Plano terapêutico e estabelecimento do contrato de prestação de serviço que inclui preço, horários de atendimento, e previsão de alta; devem ser estabelecidos de uma a duas sessões de terapia por semana, de acordo com a patologia, com duração de 1 (uma) hora cada.

d) Tratamento/ (re) habilitação;

Faringe 

COSTA (1999) define a faringe como um tubo fibroso muscular, apresentando relação com as cavidades nasais, na sua porção superior, com a cavidade bucal, na sua porção média e com a laringe, na sua porção inferior.

Estas relações permitem a sua divisão em áreas denominadas rinofaringe, orofaringe e laringofaringe.

– Rinofaringe: 

também conhecida por nasofaringe. Estende-se do teto até o palato mole, quando este toca a parede dorsal da faringe. A úvula situa-se na porção terminal do palato mole. A comunicação da rinofaringe com a cavidade nasal é anterior e está representada pelas coanas.

– Orofaringe:

também denominada bucofaringe. Estende-se do palato mole, superiormente, até o nível da cartilagem epiglótica da laringe, inferiormente.

A orofaringe comunica-se com a cavidade bucal através do istmo das fauces. Circundando a orofaringe há o anel de Valdeyer, que pode ser definido como um anel de tecido linfoide, envolvendo as aberturas nasal e oral da faringe.

O anel de Valdeyer é formado pelas tonsilas palatinas, tonsila faríngea, (que se situa no teto da orofaringe) e a tonsila lingual.

– Laringofaringe ou hipofaringe.

É o segmento distal da faringe, localiza-se atrás e parcialmente ao redor da faringe. Estende-se da borda superior da epiglote até a borda inferior da cartilagem cricoide, onde continua com o esôfago.

As estruturas faríngeas, que estão envolvidas no processo da deglutição, incluem os três constritores faríngeos: 
-Superior,
– Medial
– Inferior.

A musculatura constritora da faringe é inervada pelo X par encefálico. As fibras, que incluem estes músculos, partem da rafe mediana na linha média da parede posterior faríngea e dirigem-se lateralmente para se ligar às estruturas rígidas e moles, localizadas na região anterior.

Essas estruturas são: as lâminas pterigoídeas no osso esfenoide, o palato mole, a base da língua, a mandíbula, o osso hioide e as cartilagens tireoide e cricoide.

O constritor superior é formado por quatro fascículos:
– Pterigofaríngeo
– Bucofaríngeo
– Milofaríngeo
– Glossofaríngeo

O constritor médio é formado por dois fascículos:
– Condrofaríngeo
– Ceratofaríngeo

O constritor inferior é também formado por dois fascículos:
– Tireofaríngeo
– Cricofaríngeo

Segundo COSTA (1999), o cricofaríngeo, que se insere na borda lateral da cricoide, não constitui a estrutura básica responsável pela função esfinctérica da transição faringo-esofágica.

Há, também, o controle efetuado por outros arranjos morfológicos.

COSTA (1999) explica, ainda, que a faringe possui zonas com função esfinctérica de significativa importância funcional, pela sua própria constituição e fisiologia.

– Palatofaríngeo
– Estilofaríngeo
– Salpingofaríngeo

Músculos com ela relacionados:
– Palatoglosso
– Tensor do palato
– Elevador do palato

Músculos que atuam sobre a dinâmica hioidea e laríngea:
– Supra-hioideos (digástricos, milo-hioideos, gênio-hioideos, estilohioideos)
– Tireo-hioideos


Fonte: COLUNISTA PORTAL – EDUCAÇÃO

O Portal Educação possui uma equipe focada no trabalho de curadoria de conteúdo. Artigos em diversas áreas do conhecimento são produzidos e disponibilizados para profissionais, acadêmicos e interessados em adquirir conhecimento qualificado. O departamento de Conteúdo e Comunicação leva ao leitor informações de alto nível, recebidas e publicadas de colunistas externos e internos.


Migrar dados para o PsiquEasy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Chamar no WhatsApp