Por que ensinar letras Cursivas/Bastão desde o Pré-I?

LETRA CURSIVA OU LETRA BASTÃO?

 

O processo de alfabetização sempre vai ser relativo. Como tudo no aprendizado, aliás. Idade, maturidade intelectual, interesse, disposição, tempo de concentração, tudo vai influenciar na decisão de qual o momento certo a fornecer estímulos ou iniciar um processo sistemático de alfabetização. Por isso, não compare a idade do seu filho com a de outras crianças, nem tampouco o ritmo em que ele avança no aprendizado. Cada processo é único e acontecerá de forma muito individual.

Um bom processo de alfabetização se estenderá pacientemente por longos anos. Depois de conhecidas todas as letras e feitos muitos treinos silábicos e fonéticos, a criança poderá, sim, ler rapidamente. Mas até que ela esteja pronta pra que esse trabalho sistemático de leitura fluente seja feito, um processo efetivo deverá ter acontecido. Em, síntese: por anos, você terá dado todas as ferramentas necessárias e muitos “manuais de instrução” e agora, talvez em algumas semanas, vocês poderão apenas organizar tudo isso, concretizando a leitura.

LETRA BASTÃO

Bastão: toda em maiúscula, a que chamamos “letra de forma” ou “caixa alta”, comum em literatura infantil, principalmente para os mais pequenininhos.

Sim, essa é a letra mais fácil, pois facilita a compreensão já que seus símbolos gráficos são completamente separados. Além disso é a letra que predomina nos letreiros, livros infantis, teclados, rótulos, etc., despertando a curiosidade da criança e também a sua satisfação quando conseguir ler algumas coisas. Então o processo de leitura avançará mais rapidamente com esse tipo de letra.

A escrita da letra bastão deve ser utilizada como ferramenta de fixação de aprendizado e de auxílio na eliminação de desvios de atenção ( a criança não precisará se concentrar nos detalhes da cursiva).

LETRA CURSIVA

Além de dar fluência à escrita, a letra cursiva trabalha o raciocínio, a coordenação motora fina, a organização e o prazer pela escrita.

Treinar a escrita durante o processo de alfabetização pode mesmo torná-lo mais demorado, mas sem dúvida será mais consistente. Apresentar a letra cursiva apenas depois que a criança já reconhece bem a letra Bastão, ou seja, depois de alfabetizado, é uma dificuldade a mais no processo, é como precisar aprender um novo alfabeto.

Muitos especialistas de países desenvolvidos acreditam que consiste o erro de introdução da escrita cursiva nas escolas:

“é tarde demais e o método fracassa por si só, pois é evidente que, tendo passado por todo um processo de alfabetização, incluindo o treino da escrita, as crianças, por volta dos 7 anos rejeitarão “recomeçar”, aprender um novo alfabeto, uma nova forma de escrever e de ler.”

Já sabem ler e escrever (em letra bastão), portanto, sabem se comunicar por meio da palavra escrita, estão cheios de vontade de desbravar os livros ou outras tantas coisas latentes nessa idade, então como poderiam querer “perder tempo” refazendo o processo de alfabetização? O impasse está feito: insistir? Nesse caso, NÃO! Do contrário é provável que você apenas desestimule o interesse na leitura e faça estacionar o processo de alfabetização.

Assim deve se apresentar o alfabeto para as crianças, para que as mesmas possam desde cedo distinguir e conhecer as diversas possibilidades que tem na escrita.

Para crianças que ainda serão alfabetizadas ou estão no começo do processo: pesquise, avalie, considere inserir a letra cursiva desde o começo. O treino da letra cursiva ensina muito mais do que escrever corretamente: ensina disciplina, organização, concentração, prazer em aprender, dentre várias outras coisas e assim como cortar, riscar, pintar, colar e etc., treinar a escrita contribui para o desenvolvimento psicomotor da criança.

Fonte da Pesquisa: http://homeschoolingintegral.com/letra-bastao-cursiva-e-imprensa-caligrafia/

antes-depois-do-psiqueasy

Veja ainda:Como Interpretar os Desenhos das Crianças

Leia também:Especial Educação Infantil – Sugestões de Atividades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Chamar no WhatsApp