fbpx

Readaptação Escolar, um processo necessário.

Chegamos ao momento que deveremos mandar nossos filhos novamente para a escola. Depois de um longo período vivendo no isolamento social estamos nos aproximando da retomada as aulas presenciais. Um retorno que pode causar muito medo, apreensão, ansiedade, angustia e muitas expectativas.

Essa pandemia ainda não acabou, mas já sabemos como lidar com ela. Aprendemos durante esse período a nos proteger e proteger todos a nossa volta. Devemos estar cientes de que ainda temos muitos dias difíceis pela frente, afinal, existe um “vírus” solto por ai, significa que todo cuidado faz a diferença.

readaptação escolar 02

Enquanto profissionais da educação e saúde da mente, não podemos deixar de dar a atenção necessária para esse momento tão especial e de suma importância para nossas crianças e adolescentes, bem como para escolas e profissionais da área. É fato que o isolamento social marcou todos nós independente da idade. Em alguns casos, uns foram marcados mais que outros. Muitos perderam algum familiar, parente querido, amigo ou desenvolveram algum problema emocional, social, comportamental, enfim, as marcas são diversas.

Dessa forma, entendermos que iremos nos deparar com inúmeras reações, tanto em relação às manifestações emocionais quanto ao tempo necessário para se efetivar a nova adaptação escolar. Segundo estudos da Psicologia e Neurologia, sabemos que a criança (da Educação Infantil ao Ensino Fundamental I) apresenta uma noção de espaço e de tempo em uma proporção muito diferente (maior) que os adultos, necessitando de um período de reajuste às rotinas anteriores, como é o caso das rotinas e tempos escolares.

readaptação escolar

Foram aproximadamente dois anos longe do ambiente escolar, ou seja, o vínculo foi extremamente afetado. Esse tipo de readaptação é algo realmente novo para todos nós, pais, professores e sociedade de modo geral. Para muitos, serão muitas “novidades” como: nova escola, nova sala de aula, professor (es) novos, novos colegas, ambiente diferente, até os livros serão outros e novas posturas e comportamentos também.

À volta as aulas iniciará sem beijos, abraços calorosos de boas vindas, nenhum toque físico, as mascaras irão esconder os sorrisos, no entanto, irão nos proteger. O distanciamento abriu “valas” entre nós, porém de alguma forma encontraremos um jeito de nos aproximarmos de novo.

professor-e-alunos-usando-mascara-facial-na-aula_52683-47542

Voltar a participar das aulas presenciais é fundamental para o desenvolvimento social, emocional, cognitivo dentre outros aspectos que são cruciais para evolução humana.

Caberá, no entanto, as famílias conhecer e acompanhar todos os protocolos instalados nas escolas. Já as escolas deverão implementar ações de segurança sanitária e demais protocolos para retomada das aulas, além de articular ações para readaptação e acolhimento dos alunos, famílias e seus próprios colaboradores.

Tudo que é novo causa certa insegurança e desconforto, por vezes medo. Não há problema algum sentir isso é normal. Mas, não podemos fraquejar diante dessas sensações. Se nos comprometermos com todas as ações necessárias, passaremos por mais essa etapa. Independente de tudo isso, te convido a extrair o melhor dessa experiência fantástica. Vamos?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chamar no Whatsapp