fbpx

Falta de Vínculos Afetivos entre pais e filhos afeta a aprendizagem?

A resposta é SIM, a falta de vínculos com os pais desde a infância pode gerar sérios problemas no desenvolvimento. A ausência de afeto de um dos pais ou pior, de ambos, pode deixar sequelas na personalidade visto que o mesmo esta em pleno desenvolvimento.

A família é o princípio de todo ser humano, por isso indispensável, pois é nesse meio que se terá os primeiros contatos com a vida em sociedade, que se exteriorizarão as emoções e aprender-se-á sobre a vida.

“A base de tudo é a família e nesta deve repousar qualquer linha primeira de ação”

FELIPE, J.

O cuidado e o carinho dos pais para com os filhos são de fundamental importância e devem acontecer desde a concepção, durante o parto e no nascimento, bem como, crescer gradativamente durante a infância e adolescência, estreitando os laços entre pais e filhos.

Dessa forma, tanto o pai quanto a mãe colaboram para a formação e desenvolvimento físico, psíquico, moral e ético dos filhos, cabendo à mãe um papel mais flexível, passando noções de afeto e segurança; já, ao pai cabe o papel de formação de caráter e da personalidade. 

A necessidade da constante atuação dos pais, inicia na gestação e se estende para a adolescente até a fase adulta.

A família passou por mudanças consideráveis desde a antiguidade até a modernidade, porém cada um de seus membros, mesmo que de forma diferente, ainda exerce papel fundamental e estruturante, ficando cada vez mais evidente e necessária a atuação de ambos os pais na educação e criação dos filhos. Dessa forma, é preciso que os genitores tenham plena consciência da importância que têm na vida e na educação dos filhos.

Afetividade & Aprendizagem

A afetividade é um dos fatores que favorecem a aprendizagem e o desenvolvimento cognitivo, fazendo com que o individuo aprenda através dos sentimentos, das emoções e das experiências que são trocadas na interação com o outro. Por isso, a afetividade é muito importante na vida das pessoas desde o nascimento e porque é a primeira fase do desenvolvimento humano. O ser humano é um ser afetivo, mas com o passar do tempo acaba se tornando racional.

(Davis; Oliveira, 1994)

É a partir dos vínculos afetivos que criamos nossa visão de mundo, por isso eles são importantes. 


Fonte:

FELIPE, J. Franklin Alves. Adoção, guarda, investigação de paternidade e concubinato. 10. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2000. p. 02. [1]

https://ibdfam.org.br/artigos/703/A+import%C3%A2ncia+do+papel+dos+pais+no+desenvolvimento+dos+filhos+e+a+responsabilidade+civil+por+abandono+#:~:text=A%20falta%20de%20afeto%20de,afetuosas%20com%20beb%C3%AAs%20e%20crian%C3%A7as

https://escoladainteligencia.com.br/blog/vinculos-afetivos/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Chamar no Whatsapp