fbpx

A Neuropsicopedagogia pode Transformar a Atuação do Educador

Para compreendermos melhor como o Neuropsicopedagogo pode transformar a atuação do educador/professor é necessário saber algumas informações importantes como:
O que é Neuropsicopedagogia

 

A Neuropsicopedagogia é uma ciência transdisciplinar, fundamentada nos conhecimentos da Neurociências aplicada à educação, com interfaces da Pedagogia e Psicologia Cognitiva que tem como objeto formal de estudo a relação entre o funcionamento do sistema nervoso e a aprendizagem humana numa perspectiva de reintegração pessoal, social e educacional.

Entendendo a Neurociência, Pedagogia e Psicologia Cognitiva

neurociencia

Neurociência é a área que se ocupa em estudar o sistema nervoso, visando desvendar seu funcionamento, estrutura, desenvolvimento e eventuais alterações que sofra.

Portanto, o objeto de estudo dessa ciência é complexo, sendo constituído por três elementos: o cérebro, a medula espinhal e os nervos periféricos. Os estudos da neurociência estão divididos em campos específicos que exploram as áreas do sistema nervoso.

São elas:

  • Neurofisiologia: investiga as tarefas que cabem às diversas áreas do sistema nervoso.
  • Neuroanatomia: dedica-se a compreender a estrutura do sistema nervoso, dividindo cérebro, a coluna vertebral e os nervos periféricos externos em partes para nomeá-las e compreender as suas funções.
  • Neuropsicologia: foca na interação entre os trabalhos dos nervos e as funções psíquicas.
  • Neurociência comportamental: ligada à psicologia comportamental, é a área que estuda o contato do organismo e os seus fatores internos, como pensamentos e emoções, ao meio e aos comportamentos visíveis, como fala, gestos e outros.
  • Neurociência cognitiva: estudo voltado à capacidade cognitiva, em que estão inclusos comportamentos ainda mais complexos, como memória e aprendizado.

Leia mais direto da Fonte:https://www.ibccoaching.com.br/portal/coaching-e-psicologia/o-que-e-neurociencia/

Pedagogia é um conjunto de técnicas, princípios, métodos e estratégias da educação e do ensino, relacionados à administração de escolas e à condução dos assuntos educacionais em um determinado contexto.

A Pedagogia estuda os ideais de educação, segundo uma determinada concepção de vida, e dos processos e técnicas mais eficientes para realizá-los, visando aperfeiçoar e estimular a capacidade das pessoas, seguindo objetivos definidos.

Leia mais direto da Fonte: https://www.significados.com.br/pedagogia/

A psicologia cognitiva é atualmente uma das linhas terapêuticas mais influentes e efetivas no que se refere à recuperação de transtornos mentais. Ainda que o termo “cognitivo” seja pouco usual na linguagem coloquial, no mundo das ciências do comportamento é um termo usado com grande frequência.

A psicologia cognitiva, portanto, dedica-se ao estudo do comportamento humano a partir de aspectos que não são diretamente observáveis. Não são observáveis pois são aspectos mentais que mediam a relação entre um estímulo e uma resposta. Dizendo o mesmo em uma linguagem um pouco menos técnica, a psicologia cognitiva se encarrega de conhecer quais ideias afloram na mente do paciente e como essas ideias influenciam as respostas emocionais e os comportamentos que ele tem. É como ele se sente e o que faz a respeito disso.

Leia mais direto da Fonte: https://amenteemaravilhosa.com.br/psicologia-cognitiva/

Como é a atuação do Neuropsicopedagogo?

O que muitos já conhecem sobre esse profissional diz respeito às atribuições do psicopedagogo, que é estudar as características da aprendizagem humana; os processos de “ensinagem” e a origem das alterações na aprendizagem; a identificação, o diagnóstico e a reabilitação e prevenção frente às dificuldades e distúrbios das aprendizagens. Além disso, o neuropsicopedagogo, dotado de conhecimentos em neurociências, poderá elaborar pareceres de encaminhamento para neurologistas, pediatras e psiquiatras, auxiliando-os na identificação diagnóstica, mediante o quadro de sintomas e queixa principal.

Na Unidade Escolar, o neuropsicopedagogo atuará com os pais mediante a explanação clínica do distúrbio e as condutas a serem desenvolvidas, com intuito de realizar um processo sistêmico de tratamento e intervenção, colocando a família como principal agente prognóstico do sucesso da intervenção. E, claro, sempre num trabalho interdisciplinar com o Orientador Educacional, caso a escola possua esse profissional.

Mas, como o Neuropsicopedagogo pode contribuir de maneira significativa com o trabalho do Educador/professor?

A presença do fracasso escolar é considerada historicamente como um dos maiores desafios para a qualificação do sistema educacional brasileiro.

O neuropsicopedagogo com seus conceitos voltados para a Neurociências, a Pedagogia e Psicologia Cognitiva tem fundamentos suficientes para lidar com alunos com trajetória de insucesso escolar, pois este profissional constitui-se como peça fundamental para a redução dos altos índices de repetência e evasão escolar dentre outros.

“A escola precisa refletir sobre suas práticas. Porque dependendo de como as desenvolve, pode estigmatizar as crianças, prejudicando sua autoestima e dificultando, com isso, seu envolvimento com as situações de aprendizagem. É algo que acontece em muitas escolas por meio de atitudes sutis, muitas vezes inconscientes e que, mesmo de maneira involuntária, prejudicam o sucesso escolar dos alunos.” (Weisz 2001) 

O profissional da Neuropsicopedagogia tem papel importante na abordagem e solução do problema da dificuldade de aprendizagem na fase de alfabetização, auxiliando os educadores/professores com o desenvolvimento de habilidades como ler e escrever, bem como nas questões motoras, de raciocínio lógico, atenção, memória, dentre várias outras.

Um dos seus objetivos é identificar quais as causa das dificuldades de aprendizagem, tendo como base a etiologia da problemática que pode ser fundamentada nos vários tipos de transtornos biopsico e sociofamiliar.

Fonte: Psicologado.com.br © Psicologado.com.br

Dúvidas Frequentes sobre a Neuropsicopedagogia. Clique nos links abaixo e saiba mais:

Qual a diferença entre Neuropsicopedagogia Clínica, Institucional e Hospitalar?

ÁREAS DE ATUAÇÃO DO NEUROPSICOPEDAGOGO

antes-depois-do-psiqueasy

Veja também:IPI – Investigação Psicopedagógica Intensiva

Leia ainda:Apostila com mais de 60 Modelos de Documentos Psicopedagógicos

2 comentários em “A Neuropsicopedagogia pode Transformar a Atuação do Educador

    • 13 de julho de 2020 em 12:03
      Permalink

      Olá Ana Carla, vamos cadastrar seu e-mail para receber constantemente nossas novidades. Abraços

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Chamar no WhatsApp