O que leva um Espaço Psicopedagógico à falência?

Não apenas o que, e sim quais os principais motivos que levam à falência milhares de Espaços Psicopedagógicos em todo o Brasil?

Poderíamos fazer uma grande lista com todos estes motivos que podem te levar à falência, no entanto, vamos fazer abordagem diferente:

Por ter um sistema de gestão para Psicopedagogos, a PsiquEasy tem acompanhado profissionais em todo o Brasil de Norte à Sul, então o que vamos afirmar aqui, tem como base as conversas com milhares de clientes psicopedagogos que temos a honra de nos relacionar e trocar experiências maravilhosamente construtivas.

Com base nestas experiências, vamos citar o principal motivo que tem levado estes estabelecimentos comerciais à falência.

Tem a ver com nossa história.

Tudo começa como um sonho, geralmente na pós-graduação, abrir o próprio espaço significa atuar na tão sonhada profissão ajudando muitas pessoas e ainda ganhar dinheiro com isso…

Mas, o sonho pode se tornar rapidamente um pesadelo!

Quando as contas começam a se acumular, não importa se existe uma fila de clientes a serem atendidos, tudo sai do controle.

Ter muitos clientes pode significar muita grana, porém se não houver gestão e controle financeiro, o resultado final é uma catástrofe total.

Não importa se você tem o melhor e mais eficiente atendimento da cidade, se faltar grana para pagar o aluguel, tudo vai por água abaixo.

Não temos esta visão antes de abrir o negocio por que desde muito cedo, na escola, somos condicionados a terminar os estudos e procurar um emprego, passar em um concurso e ter a tão sonhada estabilidade financeira.

Ser dono de um  Espaço Psicopedagógico significa empreender, se faz necessária uma capacitação nesse sentido, já que estas habilidades não nos foram anteriormente imputadas. (Moisés Rocha, 2018)

Entender o que é e como funciona o mercado é de fundamental importância para alcançar o sucesso em qualquer negócio.

As micro e pequenas empresas assumem papel importante para as economias locais e regionais, contudo esses empreendimentos costumam encontrar dificuldades para sobreviver no mercado e alcançar um bom desempenho econômico.

Em estudo realizado em 2013, o Sebrae Nacional apontou que 24,4% delas fecham as portas com menos de dois anos de existência. E esse percentual pode chegar a 50% nos estabelecimentos com menos de quatro anos.

A pesquisa analisa que 37% dos administradores abriram empresa pois desejavam ter seu próprio negócio.

E para iniciar o seu empreendimento, 88% dos gestores contaram basicamente com recursos próprios ou da família.

Ao abrir a empresa, parte dos empreendedores não levanta informações importantes sobre o mercado como:

  • Clientes;
  • Concorrentes;
  • Fornecedores.

E como mais da metade não realiza o planejamento estratégico antes do início das atividades do estabelecimento, o que pode ser prejudicial ao negócio.

Planejar-se auxilia a precaver quaisquer imprevistos que surgirem pelo caminho.

O foco não deve estar no problema e sim na solução

O fluxo caixa deve ser uma prioridade, e para ganhar tempo, você pode utilizar ferramentas modernas de gestão, que possam  te apresentar relatórios mensais que facilitem a visualização dos seus resultados.

É muito importante entender todo o fluxo financeiro, porém, isso leva muito tempo para ser compreendido e mais tempo ainda para ser aplicado de forma eficiente em sua rotina, automatizar facilita muito e é o melhor caminho, porém você também pode fazer manualmente utilizando o papel.

Uma boa gestão pode evitar a falência

Uma boa gesta financeira é responsável por medir a saúde da sua empresa.

O tipo de informação que ela fornece é capaz de aumentar o nível de segurança na hora do administrador tomar decisões assertivas, deformar um planejamento estratégico e de analisar os resultados das suas vendas e até de marketing.

Para isso, muitos brasileiros ainda investem em antigos métodos de gestão, como sobrecarregar o computador com inúmeras planilhas ou ainda fazer anotações em papéis.

Todavia, o próprio Peter Drucker, considerado o pai da administração, defendia a ideia de que qualquer pessoa precisa adquirir novos conhecimentos a cada 4 ou 5 anos ou correrá o risco de tornar-se obsoleta.

Sendo assim, para administrar seu financeiro com maestria na atualidade é preciso utilizar das melhores ferramentas,  não apenas no setor financeiro e sim todas áreas do seu  Espaço Psicopedagógico.

Perceba que o sucesso não esta apenas relacionado ao atendimento em si, e sim na capacidade de administrar seu tempo, dinheiro, documentos, materiais e toda a estrutura montada em volta do seu negócio.

Visto que este é um assunto complexo e ao mesmo tempo importante, criamos a categoria Empreendedorismo, aqui em nosso blog, onde pretendemos realizar postagens semanais sobre esta temática.

Continue nos acompanhando… E até a próxima semana se Deus permitir.

antes e depois do PsiquEasy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Chamar no WhatsApp