Como desenvolver um Laudo Psicopedagógico e (ou) Neuropsicopedagógico?

RELATÓRIO OU LAUDO?

É muito comum, que os profissionais tenham dificuldade em diferenciar relatório de laudo, devido as suas semelhanças. Entretanto, há diferenças que se referem á pontos de vistas, como por exemplo:

  • Do ponto de vista LÉXICO onde o estudo se refere á pesquisar sobre determinado assunto, isto é, análise de algo que se quer conhecer e isso se da através da observação e da investigação detalhada.

Sob esse ponto de vista, o relatório é a descrição daquilo que foi possível conhecer, através do estudo.

Já o laudo, é o documento escrito, que contém a opinião de forma conclusiva do profissional.

A diferença entre laudo e relatório está na natureza da fundamentação técnica do parecer.

O laudo fundamenta-se em análises, devendo ser conclusivo e conter sugestões e diretrizes, isto é, o laudo indica um estudo mais aprofundado.

Já o relatório, deve conter informações a respeito do acompanhamento realizado e justificar tais encaminhamentos feitos. Seu conteúdo deve ir para além do burocrático e conter informações para uma primeira tomada de decisão, devendo também estar explicito as razões pelas quais tais informações e encaminhamentos foram avaliados como viáveis, não sendo dessa forma, não será um relatório, mas sim um “informe”.

digitando psiqueasy

O laudo é um documento oficial que informa sobre o estado que se encontra o “paciente/aprendente”.

Pode ter diversos fins, sendo também utilizado por psicopedagogos e neuropsicopedagogos, visto que os mesmos são profissionais da saúde mental.

O laudo psicopedagógico e (ou) neuropsicopedagógico, tem gerado por alguns profissionais da área uma grande inquietação, aquela que atualmente tem deixado muitos de cabelo em pé.

Observe que com paciência, atenção e conhecimento de causa é possível elaborar um Laudo com êxito.

Modelo/LAUDO

1. Identificação

Psicopedagogo e (ou) NPp: xxxxxxxxx                                                   CBO xxxx
Pai ou Responsável: xxxxxxxx                                             Queixa:
Nome do Paciente/Aprendente: xxxxxxxxx                     Inicio das Sessões:
Data de nascimento: xx/xx/xxxx                                        Término das Sessões:

2. Descrição da Demanda

Este laudo tem como objetivo acompanhamento psicopedagógico, realizado pela Pp e (ou) NPp, com o aprendente acima citado para Avaliação e (ou) Intervenção Pp e (ou) NPp.  O acompanhamento tem como construção das sessões os seguintes procedimentos:

2.1 – Anamnese.
2.2 – Entrevista com o Sujeito.
2.3- EOCA dentre outros aplicados…

3. Procedimento

Nas sessões foram realizados os procedimentos acima citados obtendo os seguintes resultados (descrever resultados obtidos), neste momento foram utilizados os seguintes materiais:  (descrever), em seguida (descrever). Ao termino do acompanhamento, passamos para a análise final onde foi realizado (descrever) com paciente/aprendente como (descrever), pelo Pp/NPp, sendo que (descrever), tinham enfoque em diagnosticar e (ou) confirmar a suspeita de (descrever).

( Aqui se descreve todos os recursos e instrumentos que foram  utilizados à luz do referencial teórico que os embasa)

4. Análise

A análise foi baseada nos testes e investigações realizados com o paciente/aprendente, onde foram observadas: (descrever):

Visto que as sessões descritas neste laudo, foram suficientes para diagnosticar que o paciente/aprendente encontra-se (descrever)…

5. Conclusão

Após todos os procedimentos acima citados, pode-se concluir que este laudo após investigação e análise dos fatos e resultados obtidos durante o período de avaliação Pp e(ou) NPp e observando que  (descrever)….


OBS. O relatório ou Laudo devem ser feitos com muito cuidado, visto que deve-se utilizar uma linguagem formal e compreensível. Certamente ambos são trabalhosos mais com calma e paciência, buscando cautelosamente as palavras corretas e estudando bem os procedimentos realizados é possível elaborar um documento de qualidade. 

antes e depois do PsiquEasy

Veja também: O que pode causar Interferências na Aprendizagem?

Leia ainda: Registro de Observações das Provas Piagetianas

2 comentários em “Como desenvolver um Laudo Psicopedagógico e (ou) Neuropsicopedagógico?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *