Emoções são fonte de Aprendizagem

Ao longo do tempo teorias reforçam a importância de trabalhar as emoções como princípio crucial para o desenvolvimento da Aprendizagem. Vejam:

A aprendizagem ou ato de aprender é conceituado por vários autores e teóricos como o objetivo final da assimilação de algo intimamente ligado ao indivíduo que se propõe a estar aprendendo, para CUNHA E FERLA (2002), os objetivos da aprendizagem vão bem além do ato de aprender, significa a ligação direta entre o processo de transformação pessoal ao objetivo final de cada indivíduo.

Aprendizagem é uma modificação relativamente duradoura do comportamento através de treino, experiência e observação…para que a aprendizagem provoque uma efetiva mudança de comportamento e amplie cada vez mais o potencial do educando, é necessário que ele perceba a relação entre o que está aprendendo e a sua vida, pois as pessoas aprendem de maneiras diversas, conforme diferentes elementos (CUNHA e FERLA, 2002).

O pensamento propriamente dito é gerado pela motivação, isto é, por nossos desejos e necessidades, nossos interesses e emoções. Por trás de cada pensamento há uma tendência afetivo-volitiva. Uma compreensão plena e verdadeira do pensamento de outrem só é possível quando entendemos sua base afetivo-volitiva. Desta forma não seria válido estudar as dificuldades de aprendizagem sem considerar os aspectos afetivo (VYGOTSKY, 1991).

De forma recíproca o aprendizado também é afetado pelas emoções: “aprendizagem então é um processo profundamente emocional – dirigido, inibido e guiado por diferentes emoções, incluindo medo e esperança, excitamento e desespero, curiosidade e ansiedade”. Ou seja, existe uma relação dialógica entre emoção e aprendizagem. (ANTONACOPOULOU; GABRIEL, 2001)

Para Kolb (1984) a importância de educar para a vida está em um contexto em que o indivíduo possa absorver o objeto de sua aprendizagem em sua vida cotidiana, reforçando assim o conceito aqui abordado de que para a concretização da aprendizagem é necessário que ocorra mais do que transmissão de conhecimento, mas também um envolvimento direto do indivíduo naquilo que lhe é ensinado, caracterizando assim um processo emocional vinculado à absorção do conhecimento.

A Emoção está na base de tudo que Aprendemos. Conhecer e saber lidar com as próprias Emoções pode prevenir o fracasso do aprendente/paciente no âmbito escolar. Por isso, devemos utilizar recursos que proporcionem o desenvolvimento de ambas.

Se você gostou do assunto e quer obter mais informações, clique no botão abaixo SABER MAIS.

Quer baixar atividades sobre emoções gratuitamente?

Basta acessar os links:

Trabalhando as Emoções – Atividade para Imprimir – Parte I

Trabalhando as Emoções – Atividade para Imprimir – Parte II

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Chamar no WhatsApp