A Importância da Gestão da Informação na Psicopedagogia

Todos os dias nós enquanto seres humanos necessitamos gerenciar nossas vidas. E profissionalmente não é diferente.

A psicopedagogia é uma área de conhecimento relativamente nova, em que os benefícios podem ser observados dentro e fora das escolas.  Historicamente apresenta como objetivo de estudo o processo de aprendizagem e suas interfaces com os vários campos do conhecimento.

Trata-se de uma área interdisciplinar, que além de ter o seu referencial na Psicologia e na pedagogia, também considera diferentes áreas de conhecimento como a Antropologia, Sociologia, Fonoaudiologia, Medicina, Neurologia Linguística dentre outras. Sua atuação refere-se tanto ao processo normal de aprendizagem como na percepção de dificuldades (diagnóstico e tratamento).

O atendimento Pp é baseado de que forma?

O atendimento psicopedagógico baseia-se em: diagnosticar, orientar, atende em tratamento e investiga problemas emergentes nos processos de aprendizagem; realiza diagnóstico-psicopedagógico, com ênfase nas possibilidades e adequações necessárias para uma boa aprendizagem; esclarece e orienta pais e professores; elabora orientação vocacional operativa em todos os níveis educativos dentre outras propostas que ajudem a esclarecer as dúvidas apresentadas ao profissional.

Sendo assim, podemos perceber que é de suma importância informatizar nem que seja o mínimo possível o atendimento psicopedagógico, visto que são muitas as responsabilidades do mesmo. São muitos atendimentos e por vezes em locais diferentes no mesmo dia, além de ter que organizar e gerenciar muitos testes e atividades para serem realizados com os pacientes e depois de realizados ainda ter que armazená-los em um local seguro.

A mobilidade e acesso a essas informações devem ser rápidas e em locais diferentes. Dessa forma, a premissa básica para que um negócio funcione, se desenvolva, é a organização e, para que se possam controlar as informações diárias geradas no atendimento psicopedagógico, é preciso usar e recorrer a gestão administrativa como sugere Henri Fayol (1841-1925).

Diversas informações são geradas diariamente e devem ser organizadas. Quem defende essa análise é o consultor de sistemas de informação do Sebrae-SP, Egnaldo Paulino. O consultor põe em discussão a problemática de não organizar as informações de forma digital, mas ainda com o velho caderninho.

Ele explica: “É comum encontrar pequenos e médios empresários que ainda carregam aquela velha agenda em papel onde guardam talões de cheques, recibos, planilhas de pagamentos, anotações diversas que podem se perder facilmente. Sugerimos e orientamos esse empresário a organizar e transformar essa papelada em informação digital”.

O sucesso de uma organização depende da sua capacidade de processar e distribuir seus dados. Por isso, deve-se definir corretamente o banco de dados de uma organização, pois ele tem um impacto direto sobre todo o sistema de informação.

No entanto, para compreendermos tais pontos de vista, devemos nos aprofundar no que refere-se aos conceitos fundamentais de administração que segundo Kwasnicha (2006), a tarefa de administrar é um processo integrativo da atividade organizacional que permeia nossa vida diária. A administração trata-se de um processo consistente de tomada de decisões, que envolve recursos e objetivos com o intuito de assegurar a eficiência e eficácia, para a obtenção de resultados específicos. Portanto, administrar é um processo realizado em uma organização, um departamento, um setor ou uma área, independentemente de sua ordem de grandeza.

Na Psicopedagogia a administração deve ser voltada para o atendimento humanizado e de qualidade, onde todas as informações adquiridas no decorrer do acompanhamento sejam preservadas e bem administradas. Dessa forma, o paciente perceberá que está sendo atendido por profissionais bem organizados que priorizam e respeitam os dados adquiridos durante todo o processo. Utilizar um sistema de informação que possibilite tal organização ao profissional psicopedagogo e comodidade e segurança ao paciente é crucial para o sucesso.

O sistema de Informação é todo e qualquer sistema que possui dados ou informações de entrada e que tenha por fim gerar informações de saída, para suprir determinadas necessidades. No caso da gestão psicopedagógica, um sistema de informação reduz a incerteza no processo decisório de planejamento, atendimento, acompanhamento, na organização, na direção e no controle, já que coletam dados importantíssimos para obtenção dos resultados almejados nos atendimentos, organização da agenda de atendimento e no processamento e agrupamento dos relatórios específicos para facilitar a tomada de decisões que contribuem significativamente para o desenvolvimento da proposta.

Sabemos que atualmente nem todos os profissionais conhecem a importância do Desenvolvimento Organizacional que é indiscutivelmente necessário para que haja uma administração eficiente e exitosa. Não há dúvidas de que as tecnologias de informação e comunicação estão nos conduzindo a uma nova era, em pleno século XXI. Atualmente, a busca por informação se tornou alvo comum de toda a sociedade, e ter informação, ou ao menos ter garantido o acesso a ela, passa a ser um diferencial de uma nova era. Com a valorização da informação, os esforços se concentram no sentido de organizar e analisar dados, para que estes sejam disponibilizados como informação, gerando valor agregado para subsidiar processos de tomada de decisão. Os avanços ocorridos nas Áreas de Tecnologia da Informação alavancaram este esforço gerando o interesse de investimentos crescentes nesta nova tecnologia (ALVIM, 1998).

A integração da tecnologia está, cada vez mais, adequada aos objetivos estratégicos e funcionais de uma organização, pois auxilia na implantação de novas e mais eficientes formas de gestão e adoção de novos processos.  Sendo assim, a TI representa uma tecnologia pensada para auxiliar o gerenciamento de informações necessárias para que os administradores tomem decisões acertadas.

Os investimentos na obtenção de melhorias e a implantação de uma T.I. (Tecnologia da Informação) tornam-se pontos de fundamental importância para se assumir um sistema seguro e claro, a fim de proporcionar agilidade no resultado dos processos e economia de recursos financeiros e humanos. O resultado esperado é a comprovação de que o processo de atendimento psicopedagógico, com a utilização da tecnologia da informação, traz benefícios se comparado ao método manual tradicional. Com a TI implantada obtém-se ganhos em número de pessoas envolvidas, número de etapas suscetíveis a falhas, qualidade da informação compartilhada, rapidez e agilidade no atendimento aos pacientes; e todos estes pontos projetam melhoria do resultado financeiro, o que garante a sustentabilidade do sistema.

O PsiquEasy foi pensado a partir da necessidade e da grande carência na área psicopedagógica, onde ainda são percebidos poucos investimentos para ampliação da área. Visto isso, foi criado um sistema que será de grande utilidade para o(a) psicopedagogo(a), onde ele terá uma ferramenta ampla e norteadora para tomada de decisões e organização dos atendimentos. Tudo que é novo desperta o interesse mais também o receio, no entanto, para que á área desenvolva e ganhe cada vez mais espaço é necessário unirmos forças para demonstramos a importância desse profissional na educação e saúde mental.

Leia ainda: PsiquEasy lança Versão 1.14 com Novos Recursos

Veja também: Sistema para Gestão de Clínica Psicopedagógica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Chamar no WhatsApp